Pesquise!

quarta-feira, 24 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

quinta-feira, 18 de março de 2010

Flapjack é o cara!

CARA, nunca achei que fosse achar algo que pudesse se comparar a SpongeBob SquarePants, mas novamente eu estava enganado...
Mesmo que muitos possam achar que a nova leva de programação da Cartoon Network esteja sem a mesma qualidade de antigamente (e eu até concordo com isso, em partes), não posso deixar de comentar sobre um dos meus mais novos mascotes: The Marvelous Misadventures of Flapjack (As Trapalhadas de Flapjack), um desenho engraçado, criativo, e o mais importante, totalmente cômico!
De primeira vista, é bem possível que você vá achar FlapJack apenas mais um falido, como Chowder ou Ben 10, mas tenho certeza que as histórias sem-pé-nem-cabeça somadas a dublagem patéticamente engraçada e as personagens sem-sentido vão fazer sua idéia mudar rapidinho.
Além do próprio FlapJack, a baleia Bolha e o Capitão Falange compõem o "elenco" principal desse que é, concerteza, o melhor e mais promissor desenho da nova geração televisiva!
flapjack.jpg flappie image by ROKSTIZAR

Por falar em 2ª Guerra...


Só pra não perder o embalo, vou aproveitar o tema do meu último post para recomendar o livro que eu estou lendo: O Vôo das Águias. A obra conta a história de dois irmãos gêmeos, ambos pilotos de aeronaves durante a 2ª Guerra, porém um é piloto pela RAF inglesa, enquanto o outro pilota pela Luftwaffe alemã. Essa trama é agrava por questões familiares, amorosas e por santagens nazistas.
Portanto fica ai minha dica, o Vôo das Aguias de Jack Higgins!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Inglorious Bastards - esse é bom...



Na segunda-feira assisti um filme que já fazia tempo que estava na minha lista. Desde que vi seu trailer pela primeira vez vez, já comecei a imaginar o quão legal seria ver o lado "Tarantino" da 2ª Guerra Mundial, ou seja, cheio de armas, adventos sangrentos, constantes retrospectivas nas vidas das personagens, e toda aquela besteirada encontrada em Kill Bill. Porém fui novamente enganado por minhas próprias deduções: não é que o filme é bom mesmo?! Mesmo sendo um filme baseado na visão totalmente norte-americana, Bastardos Inglórios relata uma ficção onde o grande "Dia D" é substituído na vitória aliada por uma operação mais arriscada e impossível de se realizar, porém muito mais interessante.
Basicamente, o filme troca a invasão e o suicídio do derrotado Führer pela ação de um grupo de soldados alemães e americano judeus liderado por Aldo Raine (Brad Pitt), que partem para a França no intuito de exterminar qualquer nazista que ultrapasse seu caminho, entrelaçando na historia da orfã judia Shosanna Dreyfus (Mélanie Laurent), que perdeu seus pais durante o início da ocupação da França por Hitler, e que se torna dona do cinema escolhido para receber toda Elite Nazista para a estreia do "melhor" filme do Reichführer Heinrich Himmler, vendo nessa ocasião a oportunidades perfeita para sua vingança.
Utilizando suas características de roteiro favoritas, a vingança e a violência com uma pitada de humor mórbido, Quentin Tarantino surpreendeu todas as críticas mudando pouco o estilo de suas obras como "kill bill", porém fazendo um filme extraordinário e bem dialogado, que rendeu até prêmios de melhor ator coadjuvante para Christoph Waltz no papel do Coronel Hans Landa.